Do livro "Acaso: Como a Matemática Explica as Coincidências da Vida", de Joseph Mazur, 2016. Na página 190 o autor escreve: "O Brasil é um país em que 90% da população acredita em vida após a morte e na possibilidade de os vivos se comunicarem ...

Click here to read this mailing online.

Your email updates, powered by FeedBlitz

 
Here is a sample subscription for you. Click here to start your FREE subscription


  1. Mais Coincidências
  2. Da série "coincidências acontecem"
  3. 2016 está morto. Deus salve 2017!
  4. Perguntas de fim de ano
  5. Os computadores no cinema
  6. More Recent Articles

Mais Coincidências

Do livro "Acaso: Como a Matemática Explica as Coincidências da Vida", de Joseph Mazur, 2016. Na página 190 o autor escreve:

"O Brasil é um país em que 90% da população acredita em vida após a morte e na possibilidade de os vivos se comunicarem com os mortos. Eis a história real de João Rosa, chefe do crime da cidade de Uberaba, e Lenira de Oliveira, sua namorada. Embora João andasse com outras mulheres, ele não aceitava que Lenira saísse com outros homens. Tomado pelo ciúme, ele a seguiu enquanto ela estava com outro homem. No confronto resultante, João foi morto.

Lenira e o namorado foram acusados de homicídio. Triste e ainda apaixonada por João, Lenira consultou um médium que psicografou uma carta endereçada a ela do além. No julgamento, o advogado de defesa disse ao tribunal: 'Na carta, recebida por esse médium, o morto fez um confissão. Ele disse que seu ciúme foi o motivo de sua morte. A carta incluía detalhes que só as pessoas próximas a João podiam conhecer'.... Lenira e o namorado foram absolvidos."

O autor cita a seguinte reportagem como fonte: Lourdes Garcia-Navarro. "Letter from Beyond the Grave: A Tale of Love, Murder and Brazilian Law". National Public Radio News, Weekend Edtion, 9 de agosto de 2014.

A reportagem pode ser encontrada em https://goo.gl/L6zYbV.  Não se trata de um "fake". A National Public Radio (NPR) realmente existe e foi fundada em 1970 nos EUA.

A questão é a seguinte: com desse tipo de antecedente, o que podemos de fato esperar da justiça brasileira?
    

Da série "coincidências acontecem"

Ontem, 15/01/17, tentando achar algo para pegar no sono, assisti a um filme sobre um menino pescador que briga com os pais controladores e sai de casa, passando a viver em uma cabana, praticando a pesca fly de trutas e refletindo sobre o mundo. O assunto não me atrai muito, mas fui até o fim do filme.

Hoje, perambulando por um shopping antes de assistir a um filme com a Sandra, entramos em uma livraria e, vendo o livro mais recente do Marcelo Gleiser, comprei-o após ler apenas o título (nem mesmo o subtítulo). Agora, ao chegar em casa, comecei a folhear o livro. A orelha cita um dos hobbies do autor, até o momento desconhecido para mim: a pesca fly de trutas.

O livro trata das reflexões do Marcelo sobre como a física influencia o ato de pescar e sobre outras coisas. Em vez de dedicar o livro a uma pessoa, por exemplo, ele inicia dizendo: "Para a truta que não peguei e a equação que não resolvi".

Roubando a frase daquele cara do Fantástico: "sabem o que significa essa coincidência?".

    

2016 está morto. Deus salve 2017!

Então, eis que se aproxima mais uma transição arbitrária entre dois estados temporais arbitrariamente definidos pela humanidade.

Que os humanos continuem praticando esses rituais de transição, que fazem a felicidade dos fabricantes de fogos, dos fabricantes de bebidas, dos donos de hotéis, das empresas de turismo, etc. (e quem pode criticá-los?).

Que os humanos continuem pulando as sete ondas de um mar que já estava aqui milhões e milhões de anos antes deles e que não se importa com isso.

Que o mundo consiga suportar quatros anos com o chefe dos bárbaros na Casa Branca e pelo mais dois com o imperador no Kremlin. E que o Brasil consiga ficar longe do PT e de Bolsonaro... se possível para sempre.

Que a economia brasileira consiga renascer das cinzas em que foi imersa por governos ruins de matemática, iludidos pela crença de que ideologias utópicas podem alterar as leis da conservação da massa e da energia.

Como sonhar não custa nada, que a música popular brasileira e o rock brasileiro renasçam de algum lugar do passado e sepultem de vez essas gosmas bolorentas que tendem a grudar nos ouvidos de todos.

E, finalmente, que nossos átomos continuem unidos, formando esses macroagregados moleculares que produzem esse peculiar comportamento emergente, caracterizado por essa sutil oscilação quanto-eletrodinâmica que considera a si mesma como centro de tudo e auge da evolução da vida no Universo.

A todos, "dif-tor heh smusma"!
    

Perguntas de fim de ano

Eis que é chegada a hora de fazer algumas perguntas que jamais serão respondidas:

1. Por que os brasileiros reclamam tanto da corrupção e depois estacionam seus veículos em vagas prioritárias?

2.Por que Carlos Chagas não ganhou o Nobel de Medicina?

3. Por que os brasileiros reclamam tanto da corrupção e depois fazem ligações ilegais de TV a cabo e energia elétrica?

4. Dentre tantos países em que nascer, por que o estilo “sofrência” tinha que nascer justamente no Brasil?

5.Por que os brasileiros reclamam tanto da corrupção e depois usam as carteiras de todas as amigas para retirar os isotônicos gratuitos fornecidos pelo Santander?

6. Por que os campeonatos de futebol não são decididos no lance de dados?

7. Por que o Brasil, que tem sua produção de energia elétrica baseada no sistema mais barato do mundo (o hidrotérmico) tem uma das tarifas de energia elétrica mais caras do mundo?

8. Por que os brasileiros reclamam tanto da corrupção e depois batem o ponto de trabalho para o amigo?

9. Por que o Papa Francisco implementou e implementará tantas mudanças na ICAR, menos aquelas que realmente interessam?

10. Por que as pessoas passam tanto tempo escrevendo perguntas de fim de ano?
    

Os computadores no cinema

1. Os editores de texto nunca têm cursor.
2. Você nunca precisa usar a tecla de espaço.
3. Os monitores sempre mostram letras muito grandes e sempre brilham a ponto de iluminar o rosto do usuário.
4. Você pode acessar qualquer informação simplesmente digitando "acessar arquivos secretos".
5. Todos os computadores estão ligados à internet, o tempo todo, mesmo quando estão desligados.
6. Qualquer processamento, por mais complicado que seja, fica pronto em menos de um minuto.
7. Qualquer software pode rodar em qualquer plataforma, mesmo se o software for alienígena.
8. Você pode entrar facilmente no laptop dos seus irmãos, pais, amigos ou conhecidos, pois eles nunca usam senha, nem mesmo 123456.
9. Qualquer hacker pode quebrar qualquer senha em menos de um minuto.
10. Os computadores frequentemente explodem quando algum processamento dá errado.
Extra. Os mocinhos sempre usam Apple.
    

More Recent Articles


You Might Like

Click here to safely unsubscribe from "Alvaro Augusto - Rabiscos Aleatórios."
Click here to view mailing archives, here to change your preferences, or here to subscribePrivacy